Modelo de embarcação em alumínio para transporte aquaviário é apresentado em Comissão da Assembleia

Reunião da Comissão de Infraestrutura da Assembleia em que foi apresentado modelo de embarcação / Foto: Bruno Fritz

Barco de fabricante paulista tem capacidade para até 60 passageiros. Presidente do colegiado vai entregar Nota Técnica ao governador

Durante reunião ordinária da Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (CoinfraES), realizada na manhã desta quinta-feira (13), representante de uma fabricante paulista de embarcações em alumínio apresentou o modelo da empresa que poderá ser utilizado no sistema de transporte aquaviário na Grande Vitória.

O modelo “turisboat 60”, segundo o diretor-executivo da LeveFort Icoma, Ricardo Cardoso de Paula, tem capacidade para até 60 passageiros sentados, com boa ventilação contando com oito janelas nas laterais e as portas e ainda possibilidade de instalação de climatizadores, calado máximo de 50cm (lâmina de água necessária para navegação), dois motores movidos a diesel e possibilidade de embarque tanto pela proa (parte dianteira) quanto pela popa (parte traseira). Também podem ser instalados banheiros, sendo que, para cada unidade, são retirados cinco assentos.

“O alumínio, além de ser um material leve, tem uma resistência mecânica muito grande e proporciona construção de embarcações de baixo peso, demandando motores de menor potência com um consumo menor de combustível, com custo operacional mais baixo”, defendeu o executivo paulista.

Foto: Bruno Fritz

Na avaliação do deputado estadual Marcelo Santos, presidente da Comissão, a reunião é mais uma contribuição no trabalho que será apresentado ao governo do Estado. “Uma reunião muito importante para que possamos conhecer mais modelos de embarcações, cumprindo mais uma etapa do trabalho que estamos realizando para que, ainda neste semestre, possamos juntar todas as informações colhidas e elaborar uma Nota Técnica a ser apresentada ao governador Renato Casagrande.”

Um modelo experimental deverá ser implementado, incialmente, atendendo os municípios de Cariacica, Vitória e Vila Velha para, na sequência, ser expandido aos poucos. “Acredito que, a partir do início do próximo ano, teremos o retorno do aquaviário, uma decisão de governo e uma demanda que levamos e debatemos há anos, trazendo resultados positivos para o cidadão capixaba que terá mais este modal para se locomover na Região da Grande Vitória, sem competir com o rodoviário, mas de forma integrada, em que os sistemas rodoviário e aquaviário se complementam”, explicou Marcelo Santos.

Além da fabricante paulista, a CoinfraES já recebeu operadores do Rio Grande do Sul, do Rio de Janeiro e operadores de transporte marítimo turístico do sul do Rio de Janeiro e de Vitória. O presidente da Comissão adiantou que um operador baiano deverá apresentar o modelo de operação antes do relatório ser enviado ao Palácio Anchieta.

Vice-presidente da Associação de Engenharia Civil no Estado (AbencES), Jaime Oliveira Veiga defende o retorno do modal. “Esse trabalho é muito importante para que tenhamos o retorno do aquaviário pois, além de ter um visual mais bonito no percurso, utiliza uma via que não demanda manutenção.”

Modelo Turisboat 60 / Foto: Divulgação Modelo Turisboat 60 / Foto: Divulgação Modelo Turisboat 60 / Foto: Divulgação 

Assessoria de Comunicação

Data de Publicação: quinta-feira, 13 de junho de 2019

LEIA MAIS...

Deputado quer dar nome de Governador Gerson Camata a trecho estadual da Segunda Ponte
Assembleia aprova projeto que cria Cadastro de pedófilos no Espírito Santo
Assembleia Legislativa facilita consulta à legislação capixaba